Ballet Clássico – Passos de Ballet: Como fazer um Developpe?

outubro 25th, 2010

Como fazer um Developpe?

O developpé é um movimento de grande desdobramento que exige boa flexibilidade.

Começam na quinta posição com a sua mão segurando a barra levemente para o equilíbrio.

Eleve a perna, permitindo que o seu dedo esticado descanse no seu tornozelo da perna de apoio. Certifique-se de seus dedos estão esticados.

Vai deslizando os seus dedos até chegar no seu joelho. Levante a perna de forma suave e graciosa.

Estenda a perna suavemente, lentamente esticando o joelho. Mantenha as costas retas e seus dedos do pé esticados e firmes. Mantenha sua perna ainda na posição en dehors e desça lentamente para terminar o movimento na quinta posição.

Tags: , , ,

Filed under: Ballet Clássico

10 Responses to “Ballet Clássico – Passos de Ballet: Como fazer um Developpe?”

  1. Anna Lande disse:

    Eu completei 15 anos há menos de um mês e comecei as aulas de ballet clássico agora no fim de outubro… Eu fiz um pouco de baby class e preparatório quando era menor, só que parei por causa de fragilidade nos ossos… De lá pra cá, passei por tudo quanto é tipo de dança (do pole dance à dança do ventre) e ganhei uma nova força e flexibilidade realmente incríveis. Só que minha paixão sempre foi o ballet clássico. Foi um sacrifício entrar nessa escola. A turma é do Adulto, com mulheres na casa dos 23 pra cima, sou a baby de lá. Meu sonho é ir para as pontas… E virar profissional. Minha mãe não gosta, diz que não é carreira, mas mesmo assim, é algo meu, de dentro, sabe? Tipo, eu posso ser 80% de borracha e ter a alma de bailarina completa, mas sou um desastre. Tive luxação jogando videogame e destendi a panturrilha (cada uma) duas vezes deitada na cama esse ano. Tive que imobilizar e usar tensor… Foi um &@#$% desgraçado… Mas melhorei e cara, depois que comecei com o ballet, juro, não sei como, nunca mais tive dores. Claro q minhas amadas panturrilhas parecem duas pedras rígidas e eu sou do tipo danceholic, que ensaia até cair. E depois levanta e faz tudo de novo! Minha professora fez Fisioterapia e tá me dando um mega apoio. Eu, reconhecendo meu esforço (que não foi pouco… de sedentária semi-inválida pra dançarina de tudo qnt é estilo em 4 anos não é fácil) tenho potencial e mta resistência. Mas nunca toquei no assunto ‘pontas’ com ninguém. Subir na ponta é a coisa mais fácil dessa life pra mim, até dar uns passos, mas dançar.. Aí são outros quinhentos! Mas resumindo… Eu queria saber sua opinião sobre isso.. Eu me considero meio velhinha pra querer ser uma bailarina famosa e blábláblá, mas nunca perguntei pra uma profissional capacitada mesmo o que ela acha sobre isso… E aí? Acha que eu tenho chance?

  2. Nethely disse:

    tenho 9 anos mas gostaria de aprender spaca aperna?????

  3. Gabriela disse:

    Claro,concerteza Anna Lande…só precisa confiar em si pensar alto e treinar,treinar e treinar,que um dia,voçe pode chegar lá.Dica de aluna de bailarina pofissional.

  4. isadora dos santos miranda disse:

    eu faço ballet mais pensei em desistir mais eu pensei bem,em que uma famosa disse,ela falou’o ballet faz bem para cabeça”então eu pensei eu ando muito estressada

    eu falo de longe em Ilhabela!!!! de são paulo,litoral

  5. Iaponira disse:

    Sou Bailarina a quatros anos e tou treinando bastante pra conseguir fazer o Develope mas alto já tou iniciandos as pontas e com essas dicas vou apreder melhor!! Bjo

  6. lara disse:

    gostei muito é uma boa esplicaçao

  7. Renata disse:

    olá! acho lindo o ballet e gostaria de fazer mas já tenho 14 anos e meu físico nao eh tão bom para esse tipo de dança. o q vc me aconselha?

    obrigada.

  8. Bruna disse:

    Olá meu nome é Bruna,estou no preparatório e estou muito feliz,me sinto realizada minha professora é muito querida e paciente apesar de morar longe e ser muito jovem não desistirei nunca,pois tenho fé em DEUS que serei uma ótima bailarina.bjs

  9. Olá Anna!Bom, faço ballet à 8 anos, entrei na ponta com 8 anos de idade, hoje tenho 13.
    Minha professora de ballet sempre disse que eu tinha muito potencial, e que eu iria longe com a carreira de uma bailarina.
    Quando comecei, me senti um peixe fora d’agua, e é claro, me senti muito insegura e tudo mais.
    Mas com os trinos, com a prática me adaptei ao “ambiente”, vamos dizer assim. Minah vida de bailarina sempre foi muito corrida, cheia de trancos e barrancos, dores, coisas tipicas de uma bailarina dedicadaao que faz.
    Você certamente sabe que uma bailaria só obtem conquistas com o suor de seu esforço, e eu te aconselho a correr atraz do SEU SONHO, independente do q os outros pensem ou dizem, oq vale realmente é a sua opinião! E olha, você só terá sua chance se voce correr atraz do que gosta, do que snete e do que pensa, pois a vida é cheia de escolhas, e no final, mesmo que voce erre no meio, vai realizar seu sonho, pois Deus está dentro de cada um (:

  10. Laís Couto disse:

    Menina eu amei , ficou bem mais fácil Parabéns !

Leave a Reply

Spam protection by WP Captcha-Free